Pesquisar este blog

Carregando...

02 novembro 2010

Boce de banana em caldas

Quem disse que o herói vive apenas de salvar mocinhas indefesas, de salvar gatos em árvores, de caçar bandidos altas horas da noite...heim, heim? O meu herói não fazia nada disso, mas me ensinava a lição de casa, dava banho, colocava para dormir cantarolando com voz de tenor todas as músicas que ele gostava. Ah o meu herói foi mesmo alguém que marcou muito a minha vida contribuindo com todos os valores existentes em mim. Ele amava comer bem e tinha ao seu lado uma super esposa que sentia um imenso prazer em fazer todas as delícias que deixavam o meu herói salivando...o doce de banana em caldas era a delícia que ele mais amava! Me recordo como se fosse hoje o rostinho dele todo feliz, os olhos brilhando só esperando que o doce da minha mãe ficasse pronto para que ele pudesse degustar gelado e sempre em porções bem generosas depois do almoço e no lanche da tarde. Isso mesmo, o meu herói é o meu eterno e amado pai que hoje encontra-se  em outro plano no convívio do nosso criador. Logo que acordei senti o cheiro do doce fervendo tentando achar o ponto certo e para minha surpresa quando cheguei na cozinha não tinha nada no fogo. Foi apenas uma lembrança forte de momentos da minha infância onde eu tinha um herói só para mim. Pai, tenho sentido muita saudade de você, ontem seu neto disse que chorou com saudades também e disse que sentiu sua presença. Hoje eu não posso te abraçar de forma presencial, mas posso sentir a sua mão protetora sobre meus cabelos, cuidando e me conduzindo ainda por caminhos suaves como sempre fez, vc sempre protegeu a sua mocinha, vc eternamente será o meu herói! Essa é a minha forma de homenageá-lo nesse dia onde me permiti apenas sentir saudade, mas tristeza jamais! Te amo meu velho, meu herói, meu amigo!!


Roberto Lima, o meu herói!!

 


Ingredientes:
  •  12 unidades de bananas
  • 500 ml de água
  • 550 gramas de açúcar
  • cravo e canela em pau a gosto 
Modo de preparar:
  1. Descasque as bananas e faça cortes em rodelas, reservando a casca de duas delas.
  2. Coloque o açúcara, o cravo e a canela em uma penela em fogo alto. Quando levantar fervura, coloque a banana picada. Acrescente as cascas previamente lavadas à mistura.
  3. Abaixe o fogo ao mínimo possível e deixe cozinhar, interrompendo no momento em que o doce estiver na cor e consistência desejada (+ ou - 3 horas) para a quantidade proposta.
  4. A cada momento deve-se observar e retirar o excesso de espuma que a fervura forma. Isso evitará o efeito puxa-puxa, caractetístico em alguns doces desse tipo.
  5. DICAS
    As cascas cozinhadas junto ao doce é para que ele obtenha a cor rosada.

    Para que o doce não grude na panela, quando for misturar as bananas e o açucar, acrescente uma colherinha de chocolate em pó.

    Para dá brilho e avermelhamento pinga-se umas gotas de limão antes de retirá-lo do fogo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget